Textos


DIA DO ESCRITOR - CANÇÃO DO EXÍLIO
HOJE
 
 
I
Minha terra tem roubalheira
Que não dá para acreditar!
Ludibriam a população brasileira
Com promessas do Deus dará!

 
II
Nosso centro tem mais mansões
Nossas favelas têm mais favelados,
Que sobrevivem dos lixões,
Lata de cerveja e papel catados!

 
III
Em cismar, sozinho, no gabinete
Nosso político prepara a eleição...
Promete o céu, mas  dá porrete,
Nepotismo e corrupção!
Fazendo o bobo da corte
Seu fiel, eleitor, cidadão!

                             
IV
Minha terra tem eleitores
Que se vendem nas eleições...
Aos políticos corruptores!
Por migalhas, pingas e tostões!
Para depois, chorarem horrores,
Com a picaretagem dos ladrões!

 
VI                                           
Não permita nosso Deus
Essa tamanha injustiça...
Onde muitos filhos seus
Comem um pedaço de linguiça
Enquanto poucos fariseus.
Têm mansões e grana na Suíça!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
Birck Junior
Enviado por Birck Junior em 17/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários