CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
PROF. BIRCK JUNIOR, O POETA ARRETADO
QUEM NÃO É SOL AOS PRÓPRIOS OLHOS, NÃO PODE SER ESTRELA AO OLHAR DOS OUTROS!
Textos


DIA NACIONAL DO POETA
E DA POESIA
(31 de outubro)
 
Oh! Bendito o que semeia
Livros… livros à mão cheia…
E manda o povo pensar!
O livro cainda n'alma
É germe - que faz a palma,
É chuva - que faz o mar.
(…)
Bravo! a quem salva o futuro!
Fecundando a multidão!…
Num poema amortalhada
Nunca morre uma nação.
 
CASTRO ALVES 
 
CHEGA DE POESIA DONZELA 
POETA BIRCK JUNIOR 


A poesia sexual é um grande tabu

Que a nossa sociedade ainda tem!
Aprova até uma pobreza sem tutu
E para essa corrupção diz amém!
Mas se botar em um poema o “cu”?
O poeta desvirginou o meu bem!
 

A minha poesia é muito sensual,
Bate de cara com a demagogia!
A escola me chama de ser imoral.
A igreja diz que é uma pornografia.
Mas pra mim mulher nua é normal,
E é uma fonte de qualquer poesia!
 
 
A minha poesia é muito voluptuosa
Um tabu que a sociedade mantém!
Um poema de uma mulher gostosa!
Faz a igreja toda negar um amém!
A escola diz que é coisa indecorosa
Que para o professor não cai bem!
 

A minha poesia a gente incomoda
E faz a igreja se reunir em oração!
O besteirol pode esta em moda?
Mas sigo mesmo é na contra mão,
Pois sei que o meu poema é foda!
É gostoso como o arroz com feijão!

 
 
SEJA CANALHA COM POLITICO
E COM MULHER

Tem que ser canalha
Com os políticos!
Tem que ser canalha
Com as mulheres!
Tem que ser canalha
Com os leitores de poemas
Eróticos, pois do contrário,
Se for honesto com os parlamentares?
Será enganado por eles!
Se for fiel ás mulheres?
Será traído por elas!
E se for medroso com os leitores?
Será rotulado de “pornográfico”,
“Devasso”, “indecoroso”, “lascivo”
E induzido a enterrar prematuramente
A sua carreira poética!
Qualquer idiota apaixonado se transforma
Em poeta, porém, somente os canalhas
Tem a coragem de publicar os seus versos,
Odes e poemas!
Publicar um livro de poesias é como
Declarar a paixão por uma mulher: apenas
Alguns patifes se mostram sem medo
De ser feliz!
  
O ato de poetizar é como a masturbação:
É um prazer solitário! 
O ato de ser lido pelo leitor é como a lua
De mel: é um gozo compartilhado!   
 
 Do livro:
"POEMAS PROIBIDOS: NÃO RECOMENDADO PARA OS HIPOCRITAS", do poeta Birck Junior  














 
Birck Junior
Enviado por Birck Junior em 30/10/2017

Música: Fagner - Canteiros - FAGNER - CANTEIROS

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários