CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
PROF. BIRCK JUNIOR, O POETA ARRETADO
QUEM NÃO É SOL AOS PRÓPRIOS OLHOS, NÃO PODE SER ESTRELA AO OLHAR DOS OUTROS!
Textos


SEM O MUSEU NACIONAL O BRASIL QUEIMA AO PASSADO E PÕE FOGO NO FUTURO. 
 
Adoro o Brasil porque aqui todas as tragedias são anunciadas. Depois se apontam aos culpados, o STF os isentam por falta de provas materiais, o povo discute a derrota do Flamengo e a nova funk de Anita e Pablo Vittar, enqaunto os nossos governantes verdadeiras "mumias brasileiras" em rede Globo de FAZER ZUMBIS e de imbecilização dizem que a verba para reconstruir ao Museu já esta depositada no BNDS. Em 2014 cortaram o dinehiro anual de R$ 540.000,00 do Museu. Em maio o Diretor avisou ao Presidente da Republica e o BNDS, mas eles assinaram um documento "para brasileiro ver"... Os fios estavam desemcapados, os hidrantes sem agua e a tragedia sendo esperada... 

"O problema é que estamos perdendo nossos raros espaços de ciências no país. Em 2010, um incêndio no Butantan, em São Paulo, queimou parte da coleção — incluindo uma amostra rara de serpentes. Cinco anos depois, o Museu da Língua Portuguesa, também em São Paulo, foi tomado por um incêndio — e deve ser reaberto em 2019 com tecnologia corta-fogo. Já o Museu do Ipiranga, também na capital paulista, ligado à USP, está fechado desde 2013 por risco de desabamento — e não tem previsão de reabertura".

Um Brasil sem pasasado é uma nação sem futuro. Por que o mesmo fogo não pega em Brasilia no Congresso Nacional, Senado Federal e no Palacio do Planalto? Os brasileiros iriam fazer um grande carnaval... 

Com o fogo que destruiu ao Museu Nacional do Brasil o meu sentimento de brasilidade foi as calendas gregas (dia nenhum). Pra restaurar ao Museu faltava verbas, mas para o aumento do STF de 16,03% sobra dinheiro. As Olimpiadas consumiram 38 bilhões, a Copa da FIFA mais outros 35 bilhões de reais, além das emendas paralmenatra do Presidente Temer de mais 12 bilhões... Infelizmente no Brasil idiota educação, ciencias e tecnologia são encarados como gastos, porque investimentos mesmos é a construção de presidios, Shopping Center ao lado do Congresso Nacional, além de verbas para patrocinar as campanhas politicas dos paralmentares.   

No Brasil tem-se ao costume de associar a pobreza ao pinchamento e a destruição dos nossos monumentos publicos. Enquanto os politicos tocam fogo nos Museus, nas Bibliotecas, a gentalha da favela quebra ao nariz de Jorge Amado em Ilheus na Bahia, arranca aos oculos de Drummond em Copacabana, entre muitas outras barbaridades. Como se ser pobre fosse sinonimo de vandalismo. A região de Oaxaca no Mexico é tão pobre quanto as favelas do Brasil, porem, o povo sente orgulho e amor patriotico pelos seus monumentos do passado. É triste ver o local onde o D. Pedro I assinou a Independencia do Brasil, serviu de moradia para o D. Pedro II, onde a Princesa Isabel brincou de boneca, guardava ao meteoro de Bendegó, o dinoprata, um gigante dinossauro, o esqueleto da baleia Jubarte, um Museu fundado em 1808 por D. João VI, os brasileiros de hoje, seculo XXI, permite ser destruido pelo fogo... Um pais com a economia em frangalhos, com a cultura, as artes, bibliotecas e os Museus ou destruidas pelos cupins, pelo mofo, pelas traças, ou a espera de um fogo para ser destruido. Definitivamente, a minha tese é a de que somos um pais de loucos, malucos e de debeis mentais. Um Brasil que queima ao passado e põe fogo no futuro. Para as futuras geraçoes vamos deixar os museus queimados, a Previdencia falida, os presidios lotados e enquanto o povinho ignorante, analfabeto, estupido e violento brigam e se matam por futebol, novela e carnaval. O Brasil além de não sermos um pais serio, como nos disse o Presidente Francês, ainda somos governados por parlamentares insanos. Uma nação destruida não é obra doa caso, é uma trabalho sujo de dezenas de anos. Quiemar museus e bibliotecas é tipico de governos tiranos, comunistas e ditatoriais.         




 
Birck Junior
Enviado por Birck Junior em 03/09/2018
Alterado em 03/09/2018

Música: O Meu País - Zé Ramalho - Zé Ramalho



Comentários