CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
PROF. BIRCK JUNIOR, O POETA ARRETADO
QUEM NÃO É SOL AOS PRÓPRIOS OLHOS, NÃO PODE SER ESTRELA AO OLHAR DOS OUTROS!
Textos


O DIA DE FINADOS NO BRASIL 
02 de Novembro de 2019

O brasileiro não pode ver podridão, 
Pois vira logo aquele abutre adjunto!
Até a família com o morto no caixão?
Vira a presa desse tal “papa defunto”!
Nem morrer em paz pode o cidadão,
Sem que lhe explore o seu presunto!
 
Vivemos em um país mui ignorante,
Em que quase ninguém é respeitado!
Nem vivo ou morto nosso semelhante
Tem o tratamento de um ser educado!
Se virar uma “carniça” nesse instante?
Por um bando de urubu é devorado!
 
Se viver neste Brasil é vergonhoso?
Morrer é mesmo de cortar o coração!
Ninguém respeita o morto nem o idoso...
E faz chacota da dor do nosso irmão!
Ainda vem “papa defunto” indecoroso?
Extorquir nossa família com o caixão!
 
Até o lençol ao morto lhe é negado!
E seu cadáver fica nu como nasceu!
Nem defunto no Brasil é respeitado!
E o povo finge que o caso não é seu!
O cadáver vai para o caixão pelado
Amaldiçoando o país que lhe fodeu!

Parece uma praga nascer nesta nação?
Onde somos roubados até no morrer!
E o “papa defunto” aproveita ocasião
Para lhe extorquir mesmo no falecer!
Quem se faz dum cadáver neste chão?
Vira alimento dos abutres pra valer!
 
O cemitério com covas improvisadas,
Muitas ossadas espalhadas pelo chão!
Pessoas como os bichos são enterradas,
Descaso com os mortos e avacalhação,
Mas as criaturas com as caras lavadas,
Observam o horror e a sua destruição!
 
Em vida somos roubados pra chuchu
E na morte enterrados como indigente!
Tenho vontade de mandar tomar no cu...
Quem nos furta nos mostrando o dente!
Quem morre neste Brasil sem um tutu?
Tem ossada espalhada no barro quente!
 
Neste país vida e morte são banalizadas,
Pois o desrespeito virou mania nacional!
Veja como nossas pessoas são enterradas?
Muitas são empacotadas em papel jornal
E em sacos plásticos jogados nas calçadas...
Como se fossem restos de algum animal!

Infelizmente, os humanos preferem acender 
velas aos mortos e apagar as luzes dos vivos! 
Preferem dá flores aos mortos a beijá-los 
Em vida!   

DO LIVRO:
POEMAS PROIBIDOS - NÃO 
RECOMENDADO PARA OS HIPOCRITAS - 

BIRCK JUNIOR 
 
 
 

 
Birck Junior
Enviado por Birck Junior em 01/11/2019
Alterado em 01/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários