BIRCK JUNIOR, UM POETA FORA DA CURVA
SE QUISER VOAR ANDE COM ÁGUIAS AO INVÉS DE GALINHAS
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
O DIA DE FINADOS NO BRASIL 
02 de Novembro de 2019

O brasileiro não pode ver podridão, 
Pois vira logo aquele abutre adjunto!
Até a família com o morto no caixão?
Vira a presa desse tal “papa defunto”!
Nem morrer em paz pode o cidadão,
Sem que lhe explore o seu presunto!
 
Vivemos em um país mui ignorante,
Em que quase ninguém é respeitado!
Nem vivo ou morto nosso semelhante
Tem o tratamento de um ser educado!
Se virar uma “carniça” nesse instante?
Por um bando de urubu é devorado!
 
Se viver neste Brasil é vergonhoso?
Morrer é mesmo de cortar o coração!
Ninguém respeita o morto nem o idoso...
E faz chacota da dor do nosso irmão!
Ainda vem “papa defunto” indecoroso?
Extorquir nossa família com o caixão!
 
Até o lençol ao morto lhe é negado!
E seu cadáver fica nu como nasceu!
Nem defunto no Brasil é respeitado!
E o povo finge que o caso não é seu!
O cadáver vai para o caixão pelado
Amaldiçoando o país que lhe fodeu!

Parece uma praga nascer nesta nação?
Onde somos roubados até no morrer!
E o “papa defunto” aproveita ocasião
Para lhe extorquir mesmo no falecer!
Quem se faz dum cadáver neste chão?
Vira alimento dos abutres pra valer!
 
O cemitério com covas improvisadas,
Muitas ossadas espalhadas pelo chão!
Pessoas como os bichos são enterradas,
Descaso com os mortos e avacalhação,
Mas as criaturas com as caras lavadas,
Observam o horror e a sua destruição!
 
Em vida somos roubados pra chuchu
E na morte enterrados como indigente!
Tenho vontade de mandar tomar no cu...
Quem nos furta nos mostrando o dente!
Quem morre neste Brasil sem um tutu?
Tem ossada espalhada no barro quente!
 
Neste país vida e morte são banalizadas,
Pois o desrespeito virou mania nacional!
Veja como nossas pessoas são enterradas?
Muitas são empacotadas em papel jornal
E em sacos plásticos jogados nas calçadas...
Como se fossem restos de algum animal!

Infelizmente, os humanos preferem acender 
velas aos mortos e apagar as luzes dos vivos! 
Preferem dá flores aos mortos a beijá-los 
Em vida!   

DO LIVRO:
POEMAS PROIBIDOS - NÃO 
RECOMENDADO PARA OS HIPOCRITAS - 

BIRCK JUNIOR 
 
 
 

 
Birck Junior
Enviado por Birck Junior em 01/11/2019
Alterado em 01/11/2019
Comentários